terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Os Nonatos

Raimundo Nonato

O meu corpo passou por mil mudanças
do passado só resta a cicatriz
no cortejo das dores hoje eu fiz
o velório das ultimas esperanças
estou preso a corrente de lembranças
sem a chave que abre o cadeado
o meu crédito de sonhos foi cortado
sem dever nada ao tempo eu vou pagando
NO METRÔ NO PRESENTE EU VOU PUXANDO
UM VAGÃO DE SAUDADES DO PASSADO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o que você achou????